Segunda, 25 de Maio de 2020

MEIO AMBIENTE

Mais de 580 filhotes de tartarugas-da-amazônia são soltos em rios de Araguacema

Ação faz parte do Projeto Quelônios, que é voltado para o aumento da população de tartarugas

Aline Vilarinho/Naturatins
post


23 dezembro, 2019 às 12:12

Como parte das ações do Projeto Quelônios, foi realizada na última quinta-feira, 19 de dezembro, no município de Araguacema, a soltura de 587 filhotes de tartarugas-da-amazônia (Podocnemis expansa), no Rio Araguaia e no Rio Caiapó, seu afluente.

O trabalho com as tartarugas na região começou no mês de setembro com o apoio do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) e de comerciantes locais. Após a postura de ovos, houve a transferência destes a uma praia de monitoramento na foz do rio Caiapó, onde passaram a ser fiscalizados por pescadores e ribeirinhos. O objetivo da transferência é evitar a predação dos ovos e das matrizes e assim garantir o repovoamento no trecho do Araguaia e do Caiapó assim como o aumento da população de tartarugas. 

A soltura dos filhotes ocorreu com o auxílio do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), da colônia de pescadores, da associação de barqueiros, dos ribeirinhos e de representantes religiosos do município.

Segundo a supervisora da Área de Proteção Ambiental Ilha do Bananal-Cantão (APA Ilha do Bananal-Cantão), Aline Vilarinho, houve uma redução de aproximadamente 60% no número de filhotes soltos, em relação ao ano passado, e também muitos ovos não foram fecundados. Para Aline, os dados apontam para a necessidade de intensificação do trabalho anual de recuperação da espécie no local.