Quarta, 26 de Janeiro de 2022

Lajeado

Parque de Lajeado ganha sede própria

O Prédio foi desativado em setembro e está sendo reformado pelos custodiados e foi doado ao Naturatins pela Seciju

Foto: Reprodução
post


27 dezembro, 2021 às 20:39

Após 25 anos de criação, o Parque Estadual do Lajeado (PEL) terá sua sede própria, graças a uma parceria entre o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), responsável pela gestão do PEL, e a Secretaria de Cidadania e Justiça (Seciju), que repassou o prédio onde funcionava a Cadeia Pública de Lajeado para ser o endereço definitivo da administração do Parque. O prédio está desativado desde setembro deste ano e está sendo reformado utilizando mão-de-obra dos custodiados, por meio do programa Reeduca Tocantins.

A supervisora da Área de Proteção Ambiental (APA) Serra do Lajeado, que abrange também o Parque, Camila Muniz, explica que a cessão do prédio foi um presente, uma vez que a estrutura, além de ampla, é bastante segura. “Existe espaço para guardar equipamentos e ferramentas, para construir os viveiros de mudas e para implantação de vários projetos, sem contar que não precisaremos mais nos mudar e tudo isso é muito animador”, explica Camila, reforçando que a reforma está a pleno vapor.

Para o superintendente de Administração dos Sistemas Penitenciário e Prisional da Seciju, Orleanes Alves, o Reeduca Tocantins traz a proposta de prestação de serviço aos órgãos do Estado e à sociedade civil. “Com a criação do Reeduca Tocantins, que está em consonância com a Lei de Execução Penal, temos ampliado as ações de capacitação e prestação de serviços, dando maior ênfase nas ações de prestação de serviços junto aos órgãos”, afirmou Alves, reforçando que o programa se trata de uma ação de ganho mútuo, na qual o Sistema Penal se encontra à serviço da sociedade”, afirmou.

 

Reeduca Tocantins

Trata-se de um Programa, idealizado pela Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), que fomenta a utilização da mão de obra de custodiados do Sistema Penal tocantinense para a realização de reparos e reformas em órgãos e escolas estaduais. Com o Reeduca Tocantins, que foi lançado em meados do mês de janeiro deste ano, a Seciju visa fechar parcerias a fim de dar um passo importante em projetos de reinserção social aliados às práticas de remição de pena, que reduzem o tempo do cárcere por meio do trabalho. Atualmente, os custodiados atuam na limpeza de ruas, melhorias de praças, unidades penais e grandes reformas de órgãos públicos.