Domingo, 24 de Outubro de 2021

Cinema

Cine Cultura retorna a programação semanal

‘Druk - Mais Uma Rodada’, ‘O Empregado e o Patrão’ e ‘Piedade’ são atrações durante a semana

Foto: Reprodução
post


10 agosto, 2021 às 19:39

Após a sua reabertura, o Cine Cultura, localizado no Espaço Cultural José Gomes Sobrinho, apresenta o retorno da programação semanal. Já nesta quinta-feira, 12, às 18h10, o público palmense pode conferir a exibição do longa dinamarquês ‘Druk - Mais Uma Rodada’, vencedor do Oscar 2021 na categoria Melhor Filme Estrangeiro. Em seguida, às 20 horas, é a vez do aguardado drama nacional ‘Piedade’, do diretor pernambucano Cláudio de Assis.

A programação ainda conta com  a pré-estreia do suspense ‘O Empregado e o Patrão', uma coprodução entre Uruguai, Brasil, Argentina e França, que foi selecionada para a Quinzena dos Realizadores no Festival de Cannes.

Os ingressos podem ser adquiridos no próprio Cine Cultura, no valor de R$12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia).


Retorno
Para o retorno das atividades, o Cine Cultura passou por vistoria da Vigilância Sanitária, que aprovou as medidas de prevenção à Covid-19 e o Plano de Descontingenciamento apresentado pela Fundação Cultural de Palmas (FCP).  O cinema atende plenamente os decretos Nº 1.971/09/12/2020 e 1.972/14/12/2020, que autorizam o retorno de atividades de entretenimento, como cinema, com a apresentação do Plano de Descontingenciamento do Cine Cultura, bem como com a assinatura do Termo de Concordância para retorno das atividades. Além disso, neste primeiro momento, a ocupação será de somente de 50% da capacidade total.

Segundo a curadora do cinema, Elisângela Dantas, é de grande importância a volta de um equipamento cultural como o Cine Cultura. “Após um ano e meio fechados devido à pandemia, podemos retornar às atividades de forma planejada e levar entretenimento ao público palmense, com uma programação que engloba filmes regionais, nacionais e o melhor do cinema internacional”, enfatiza. 

Dantas ainda destaca a exibição de outros produtos audiovisuais no cinema, que são frutos de projetos como o ‘Palmas Curte Arte em Casa’, da Lei Aldir Blanc. “São materiais desenvolvidos em tempo de isolamento social, e que merecem uma celebração por toda dificuldade e reinvenção dos autores”, afirma.