Domingo, 24 de Outubro de 2021

Experiência

Amapá faz intercâmbio com Tocantins na área de gestão ambiental

A gestão ambiental em Unidades de Conservação é tema de visita técnica de profissionais da SEMA do estado do Amapá

Tânia Caldas/Governo do Tocantins
post


02 agosto, 2021 às 19:30

Nesta segunda-feira, 02, uma equipe técnica formada por profissionais da Secretaria de Meio Ambiente (SEMA) do Estado do Amapá realizou visita técnica a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), com objetivo de trocar experiências no sentido de conhecer a gestão das Unidades de Conservação (UCs) do Estado do Tocantins.

A titular da pasta Miyuki Hyashida, deu as boas-vindas ao grupo e demonstrou interesse em compartilhar conhecimento com o Estado do Amapá referente às vivências realizadas no Tocantins. “A Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos é responsável pelo processo de criação das Unidades de Conservação no Estado e uma das grandes conquistas foi a implementação do sistema de Gestão das Unidades de Conservação do Tocantins (Gesto), que mantém e garante transparência de todas as informações sobre UCs. É um sistema pioneiro no Brasil, que serviu de exemplo para o sistema nacional”, afirmou. Ela esclareceu também que gestão eficiente e transparente é uma recomendação do governador Mauro Carlesse.

Na ocasião, a Diretoria de Instrumentos de Gestão Ambiental, realizou a apresentação do Gesto, um sistema capaz de gerenciar as Unidades de Conservação (UCs), desde os trâmites necessários para a sua criação até a gestão administrativa e financeira. Uma das principais vantagens do sistema é que ao mesmo tempo em que possibilita ao público geral uma transparência em relação às UCs, favorece também o trabalho do gestor no que diz respeito à eficiência administrativa.

Para Euryandro Ribeiro, coordenador de Gestão de Unidades de Conservação e Biodiversidade da Secretaria de Meio Ambiente (SEMA) do Amapá, o intercâmbio entre os dois estados pretende somar as boas práticas aplicadas no Tocantins. “Vamos buscar nos apropriar das técnicas usadas nas Unidades de Conservação daqui e tentar aplicar nas nossas Unidades de Conservação. Temos um grande potencial turístico. Precisamos desenvolver esse setor, mas temos que aliar aos recursos naturais locais, de modo a não impactar a biodiversidade”, disse.

A gerente de Biodiversidade e Áreas Protegidas da Semarh, Cristiane Peres, explica sobre a responsabilidade da secretaria na implementação do Sistema Estadual de Unidades de Conservação do Estado. A Secretaria de Meio Ambiente, realiza o levantamento das áreas prioritárias e todo o processo de criação, damos apoio ao Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), que faz a gestão das Unidades de Conservação.

 

Gesto

O Gesto foi criado em 2011, e passou a ser implementado a partir de 2012. O portal possui informações, notícias, estatísticas e mapas sobre as Áreas de Proteção Ambiental (APAs) municipais, estaduais e federais, Reserva Extrativista, Monumentos Naturais, além Reservas Particulares do Patrimônio Natural.