Sábado, 25 de Janeiro de 2020

MEIO AMBIENTE

Carlesse discute combate ao desmatamento na Amazônia com ministro do Meio Ambiente e governadores da Amazônia Legal

No evento foi anunciado que recursos do Fundo Petrobrás serão utilizados na fiscalização e combate aos desmatamentos e incêndios na Amazônia

Divulgação/Ministério do Meio Ambiente
post


21 novembro, 2019 às 15:02

Governadores dos estados que integram a Amazônia Legal (Acre, Amazonas, Amapá, Rondônia, Roraima, Tocantins, Mato Grosso e Maranhão), incluindo Mauro Carlesse, se reuniram com o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, nesta quarta-feira, 20 de novembro, em Brasília, para discutir medidas de combate ao desmatamento na Amazônia.

Carlesse apresentou o trabalho do seu governo na preservação do meio ambiente e destacou os dados do Projeto de Monitoramento da Floresta Amazônica Brasileira por Satélite (Prodes), que apontam uma redução de 16% no desmatamento no Tocantins entre 2018 e 2019. "O Tocantins está fazendo o seu dever de casa e conseguiu reduzir 16% do desmatamento no último ano e foi o segundo Estado que menos desmatou na região. Precisamos agora de recursos e investimentos para ampliar as ações ambientais", pontuou o governador. 

Já o ministro Ricardo Salles ressaltou a importância do alinhamento das ações do Governo Federal e dos governos estaduais. Salles anunciou que os recursos do Fundo Petrobrás (cerca R$ 430 milhões) serão utilizados na prevenção, fiscalização e combate aos desmatamentos e incêndios na região Amazônica. Por isso, os governadores se reuniram com o ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes para esclarecimentos sobre esse repasse. 

Foram também discutidos no evento programas de regularização fundiária, incentivo a projetos de bioeconomia, Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE) e ações de fortalecimento e combate às atividades ilegais.