Quarta, 01 de Abril de 2020

MEIO AMBIENTE

Mais de mil mudas de árvores frutíferas e típicas do Cerrado são plantadas na cidade de Palmas

Ação faz parte do programa "MudaClima", que tem o objetivo de melhorar o clima da cidade e recuperar áreas degradadas

Luciana Pires/Prefeitura de Palmas
post


18 dezembro, 2019 às 13:35

Como parte das ações do programa "MudaClima", jovens aprendizes que atuam nas secretarias da prefeitura de Palmas plantaram mais de mil mudas de árvores frutíferas e típicas do Cerrado no entorno do Estádio Nilton Santos nesta terça-feira, 17 de dezembro. 

Já nesta quarta-feira, 18 de dezembro, em continuidade ao "MudaClima" e também ao programa "Palmas Mais Verde", a empresa Public e o Instituto Federal do Tocantins (IFTO) realizaram o plantio de aproximadamente 100 mudas de árvores frutíferas e nativas do cerrado. Nesta ação, foram plantadas mudas de bacaba, caju, cega machado, copaíba, ingá de corda, ingá feijão e sete copas no canteiro central da Avenida LO-05 até a rotatória. Em frente ao IFTO foram plantadas mudas de guapeva, juca e oití e, no canteiro central menor, agelim, jacarandá e ipês, amarelo, branco, rosa e roxo.

O programa "MudaClima" foi elaborado pela Fundação Municipal de Meio Ambiente (FMA), em parceria com o Instituto de Planejamento Urbano de Palmas (IPUP), e está sendo executado pela Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seisp). O objetivo é aumentar o conforto urbano, melhorar o clima da cidade e recuperar áreas degradadas a partir do plantio de 30 mil mudas de  árvores. O plantio deve durar até a primeira semana de março de 2020, aproveitando o período de chuvas para irrigação natural das árvores. 

A presidente da Fundação do Meio Ambiente (FMA), Meire Carreira, destaca que essa iniciativa segue o Plano de Arborização de Palmas e busca englobar a participação popular. "É preciso que as pessoas participem, se engajem no plantio e que colaborem na manutenção dessas mudas que estão sendo plantadas hoje", pontuou. 

A empresária Zelma Coelho, da Public, defendeu a participação da população como forma de retribuir o acolhimento da cidade, ajudando a mudar o clima. A diretora do Resolve Palmas, Rosângela Lara Gomes, que recebe boa parte dos jovens aprendizes, ressalta que esse trabalho contribui para as noções de cidadania. "Para que esses jovens se tornem, além de bons profissionais, seres humanos mais conscientes. Plantar uma árvore é como o início da carreira no mercado de trabalho, exigi cuidados assim como com o meio ambiente".