Sexta, 20 de Setembro de 2019

SUSTENTABILIDADE

Óleo utilizado no Festival Gastronômico de Taquaruçu será trocado por mudas de reflorestamento

Objetivo da iniciativa é combater o descarte incorreto de óleo na natureza

Edu Fortes/Prefeitura de Palmas
post


03 setembro, 2019 às 14:23

Em meio a tantos desastres ambientais no Brasil, ótimas iniciativas ambientais estão sendo implementadas. A Fundação de Meio Ambiente de Palmas (FMA) estará presente com um estande durante todas as noites da 13ª edição do Festival Gastronômico de Taquaruçu (FGT) com o objetivo de trocar cerca de 500 mudas de árvores que foram produzidas no viveiro de reflorestamento, mantido pela instituição, por óleo utilizado na preparação dos pratos do evento. Com essa iniciativa, pretende-se combater o descarte incorreto de óleo na natureza. 

A FMA promove o Programa Renova Palmas com a finalidade de incentivar o descarte correto do óleo de fritura residual (óleo de cozinha) e garantir a preservação do solo e da água, já que esse resíduo provoca graves danos ao meio ambiente como contaminação dos mananciais aquáticos, do solo e da atmosfera. Um litro de óleo, por exemplo, pode poluir até 25 mil litros de água. 

Segundo a gerente de Educação Ambiental da FMA, Marineiva Maria, durante o FGT 2019, a instituição irá esclarecer dúvidas junto aos expositores sobre as formas corretas de aproveitamento e descarte destes resíduos. "Vamos percorrer as barracas de cada um dos expositores, pedindo que eles doem o óleo utilizado para nosso programa, e em troca vamos doar a quantidade de mudas correspondente ao óleo coletado", destaca. 

Na última edição do Festival Gastronômico de Taquaruçu, foram arrecadados 35 litros de óleo e a expectativa é que esse número aumente na edição 2019. A presidente da Fundação de Meio Ambiente, Meire Carreira, ressalta que um dos destinos do óleo é a produção de sabão e que esse resíduo pode significar a geração de renda para muitas famílias.