Segunda, 15 de Julho de 2024

Governo do Tocantins firma compromisso com Ministério da Agricultura para prorrogação do prazo de plantio de grãos

Produtores rurais do Tocantins terão mais 12 dias para finalizar o plantio da safra 2024, após negociação do Governo do Estado com o Mapa

Fotos: Vinícius Santa Rosa/Governo do Tocantins
post
Jaciara França/Governo do Tocantins

23 dezembro, 2023 às 02:28

Um grupo gestor do Governo do Tocantins esteve nesta quinta-feira, 21, com o ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, para tratar de soluções viáveis na tentativa de minimizar os danos causados pelo intenso período de estiagem deste ano, que criou desafios para que o produtor rural mantenha a produtividade prevista. Foram apresentadas duas solicitações, sendo elas: a possibilidade de expansão da janela de plantio e a prorrogação do prazo de pagamento dos financiamentos para a safra 2023.  

Estavam presentes o secretário de Estado da Agricultura e Pecuária, Jaime Café; o presidente da Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins, Paulo Antônio Lima; o secretário extraordinário de Representação em Brasília, Carlos Manzini; o prefeito e o vice-prefeito de Alvorada do Tocantins, Paulo Antônio Lima Segundo e Antônio Carlos de Oliveira da Costa, acompanhados pelo deputado federal, Alexandre Guimarães, que viabilizou a audiência com o ministro Carlos Fávaro.

Sobre a prorrogação da janela de plantio, durante a audiência, o ministro Carlos Fávaro, confirmou a autorização para prorrogação da data, inicialmente prevista para encerrar no dia 8 de janeiro de 2024, para o dia 20 de janeiro de 2024. A janela de plantio refere-se ao período de tempo em que as condições climáticas e do solo são adequadas para o plantio e o desenvolvimento das culturas. Esse prazo é definido anualmente pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) e fiscalizado pelas agendas reguladoras do setor agropecuário de cada estado.

O secretário de Estado da Agricultura e Pecuária do Tocantins, Jaime Café, afirmou que os desafios criados pelas condições climáticas deste ano despertaram a necessidade de soluções que, sob a orientação do governador Wanderlei Barbosa, poderiam ser buscadas com o Mapa. "Temos novas condições climáticas desafiadoras e precisamos criar mecanismos de apoio para que a produtividade e a competitividade do setor não sejam prejudicadas. Buscamos apoio e obtivemos resposta imediata, sem dúvida, pela percepção do Mapa sobre a seriedade com que o nosso governo conduz suas políticas de desenvolvimento agropecuário", afirmou. 

O presidente da Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins, Paulo Antônio Lima, comemorou a resposta positiva do Mapa, destacando que o ministro demonstra alinhamento do governo federal com as necessidades reais dos produtores agropecuários do País. "Nós estamos muito felizes pela forma com que o ministro nos recebeu e imediatamente nos autorizou a prorrogar a janela de plantio. O período de estiagem foi intenso, o produtor está com dificuldade, precisa ser valorizado e precisa de soluções para que possa plantar. Com a prorrogação, garantimos mais produtividade", afirmou.

Prazo para quitar financiamentos

Também foi apresentada, ao ministro Carlos Fávaro, uma solicitação para que o governo federal crie mecanismos para que as instituições financeiras prorroguem o prazo para quitação dos financiamentos realizados para investimento e custeio da produção agropecuária, contraídos em 2023 e com prazo de pagamento para 2024. De acordo com a solicitação apresentada pelo Governo do Tocantins, essa prorrogação atenderia tanto os financiamentos realizados pelo Plano Safra quanto por outras fontes de recursos. O ministro Carlos Fávaro acolheu a solicitação, compreendendo a necessidade e confirmando que o assunto será colocado na pauta do Mapa.

--

 Sugestão de legendas
(Crédito )