Segunda, 15 de Julho de 2024

Governo do Tocantins trabalha em Acordo de Cooperação Técnica com a Embaixada da Alemanha no Brasil para projetos de proteção ambiental

Em reunião diplomática realizada em Brasília, foi estabelecido um interesse entre as partes para desenvolvimento de projetos ambientais

Foto: Vinícius Santa Rosa/Governo do Tocantins 
post
Lidieth Sanchez/Governo do Tocantins

07 fevereiro, 2024 às 09:06

Nesta terça-feira, 6, representantes do Governo do Tocantins foram recebidos na Embaixada da República Federal da Alemanha em Brasília, para apresentar projetos de sustentabilidade ambiental do Tocantins, dentre os quais há oportunidades de cooperação internacional. No encontro, ficou estabelecida a elaboração de um Acordo de Cooperação Técnica, no qual a Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ), agência de Governo da Alemanha, prestará apoio.

O secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), Marcello Lellis, e a superintendente de Gestão de Políticas Públicas Ambientais do Tocantins, Marli Santos, foram recebidos pela primeira secretária para o Desenvolvimento Sustentável/Florestas da Embaixada da Alemanha, Franziska Troeger, e pelas representantes da GIZ: a diretora de Projeto da Cooperação Técnica, Alicia Spengler e a assessora técnica, Renata Costa.

Para o secretário Marcello Lelis, o encontro abriu um importante canal de diálogo para avançar nas cooperações internacionais voltadas para os projetos ambientais do Tocantins. "Nós apresentamos alguns projetos prioritários para a gestão do governador Wanderlei Barbosa, nos quais temos a oportunidade de cooperação internacional. Junto aos representantes do governo alemão, recebemos apoio para a elaboração de um Acordo de Cooperação Técnica, no qual a Semarh vai trabalhar com prioridade", afirmou.

O projeto de REDD+ Jurisdicional, projeto do Governo do Tocantins voltado para o mercado internacional de carbono, foi o mais evidenciado. A superintendente de Gestão de Políticas Públicas Ambientais do Tocantins, Marli Santos, afirmou que, com o apoio da GIZ, agência do governo alemão, o Governo do Tocantins vai expandir ainda mais as fronteiras desse projeto. "Uma das nossas solicitações, para a qual já fomos atendidos, é que teremos o suporte da GIZ, para avançar com o registro dos créditos de carbono do nosso programa de REDD+ Jurisdicional", afirmou.

REDD+ Jurisdicional

Durante a reunião foi destacado que no mês de outubro de 2023, o Tocantins promoveu o I Fórum REDD+ Jurisdicional com Povos Originários, Tradicionais e Agricultores Familiares, reunindo 300 participantes para conhecer as experiências do Programa Global REDD Early Movers (REM), realizado pelos estados do Acre e do Mato Grosso, no qual o programa do Tocantins se inspirou. Essa iniciativa demonstra como o Governo do Tocantins já está atuando na prática para alcançar as metas estabelecidas pelo programa.

A primeira secretária para o Desenvolvimento Sustentável da Embaixada da Alemanha, Franziska Troeger, apresentou as diversas iniciativas do governo da Alemanha no Brasil e a disposição em colaborar com o Governo do Tocantins. "É essencial trocar lições aprendidas entre países e estados sobre mecanismos de financiamento climático e valorização da floresta em pé. Esta parceria permitirá que o Governo do Tocantins avance com a sustentabilidade ambiental e adote padrões internacionais relacionados aos créditos de carbono", finaliza a primeira secretária da Alemanha.