Domingo, 20 de Outubro de 2019

JOGOS INDÍGENAS

Jogos Indígenas da Ilha do Bananal podem reunir cerca de 3 mil pessoas

Evento acontece neste final de semana e contará com a participação das etnias Karajá, Javaé e Tapirapé

Emerson Silva/Governo do Tocantins
post


20 setembro, 2019 às 14:52

A aldeia Karajá Fontoura, localizada na Ilha do Bananal, realiza neste final de semana os Jogos dos Povos Indígenas da Ilha do Bananal, reunindo aproximadamente 3 mil pessoas de 27 aldeias das etnias Karajá, Javaé e Tapirapé. Esta última é do estado do Mato Grosso, mas possui aldeias na Ilha.

Nesta sexta-feira, 20 de setembro, a Ilha do Bananal, onde vivem 860 pessoas, receberá os participantes dos jogos. Já no sábado, 21, ocorrerá a abertura oficial com a passagem dos Aruanãs e danças tradicionais. Todo o final de semana será ocupado por jogos de futebol (masculino/feminino), competições de natação (masculino/feminino), corrida de 100 metros (masculino/feminino), minimaratona, de 5 km para homens e 3 km para mulheres, e a luta corporal masculina e feminina.

O presidente da Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), Tom Lyra, esteve presente no local na quarta-feira, 19, para a realização de um workshop sobre o desenvolvimento de projeto de etnoturismo. Lyra destacou que o turismo é uma das alternativas para preservação da cultura e geração de renda. "A Ilha do Bananal é habitada pelos povos Karajá e Javaé e possui grande potencial, tanto para a atividade da pesca esportiva, quanto na apresentação de suas festas tradicionais", ressaltou. 

O cacique Cleber Ixydeo Karajá pontuou que os jogos são muito importantes para a preservação da cultura indígena. "Queremos mostrar esse resgate das aldeias que estão esquecendo da cultura e incentivar nossas crianças", destacou.