Terça, 20 de Abril de 2021

Quarta Gloriosa

Quarta Gloriosa: Década da restauração

Por Glória Pires, Atriz e Empreendedora

Foto: Divulgação
post


06 janeiro, 2021 às 19:44

Salve, Glorioses. Como dar boas vindas a 2021 depois de um ano desafiador como 2020? Como nos diz o poeta Mário Quintana:

Esperança
Lá, bem no alto do décimo segundo andar do Ano
Vive uma louca chamada Esperança
E ela pensa que quando todas as sirenas
Todas as buzinas
Todos os reco-recos tocarem
Atira-se- Á  E – ó delicioso voo!
Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada,
Outra vez criança…
E em torno dela, indagará o povo:
– Como é teu nome, meninazinha de olhos verdes?
E ela lhes dirá
(É preciso dizer-lhes tudo de novo!)
Ela lhes dirá bem devagarinho, para que não esqueçam:
– O meu nome é ES-PE-RAN-ÇA…. 

Sim, os humanos têm dificuldade em colocar em prática as coisas que subvertem seus desejos, mesmo que sejam reconhecidamente necessárias para a sua sobrevivência… e a esperança precisará repetir muitas vezes, o que a pandemia evidenciou: precisamos uns dos outros e só temos este planeta para viver.

Por conta disso, a ONU determina 2021-2030 como a Década da Restauração. Em março, representantes dos governos, sociedade civil, academia e setor privado se reunirão no Quênia para a Quarta Assembleia da ONU para o Meio Ambiente, onde será dado o pontapé inicial dessa missão: restaurar nossos ecossistemas terrestres e marinhos.

Temos 10 anos de trabalho duro e será necessário a união do Estado, da iniciativa privada e do terceiro setor, em todo o globo, por esse objetivo em comum. Como manter as florestas em pé? Como despoluir as águas, combater as desigualdades e a fome? A pandemia, ensinou alguns a colocar em prática o senso de coletivo. Adultos, precisamos nos educar pois somos o exemplo para nossas crianças!

Vamos juntes nessa nova jornada, em busca de ações para perguntas antigas? Por favor, esperança, repita para nós o quanto é importante que mais pessoas compreendam que seus pequenos atos podem ser poderosos: escolhendo alimentos que não sejam embalados por não-recicláveis; descartando corretamente seu lixo, exigindo coleta seletiva em sua região, por exemplo.

Dois mil e vinte, definitivamente não foi fácil, mas ainda não é hora de descanso. A Mãe Terra grita e o Tempo não para. Precisamos confiar na ciência para agir, somar e restaurar os nossos ecossistemas e a nós mesmos.

Seja bem-vindo, 2021, com a Esperança de Quintana e o compromisso pela restauração do nosso planeta.