Quarta, 26 de Janeiro de 2022

VI Festival de Cinema Estudantil de Palmas homenageia personalidades do Tocantins

Evento acontece às 19 horas, com transmissão ao vivo no canal 'Você na Tela' no Youtube

Foto: Reprodução
post


16 dezembro, 2021 às 20:17

Com cerimônia de premiação nesta quinta-feira, 16, o VI Festival de Cinema Estudantil de Palmas – 'Você na Tela' vai homenagear personalidades da cultura, comunicação e educação de Palmas com os prêmios ‘Troféu de jornalismo Tião Pinheiro’, ‘Troféu Você na Tela Cinema’, ‘Troféu você na Tela educação’ e ‘In Memorian’. Os dois últimos serão concedidos pela primeira vez. O evento acontece às dezenove horas, com transmissão ao vivo no canal Você na Tela no Youtube. 

A coordenadora do projeto, Elisângela Dantas, explica que as homenagens são uma forma de reconhecer aqueles que contribuem ou contribuíram para a cultura, educação e a produção audiovisual na capital, mostrando às novas gerações quem veio antes e ajudou a criar uma cultura de cinema na região. 

 

Jornalismo 

Inspirado no jornalista, escritor e compositor José Sebastião Pinheiro, mais conhecido como Tião Pinheiro, o troféu homenageia nomes da comunicação e do jornalismo tocantinense.  Neste ano, a homenageada é a jornalista e documentarista Ana Paula Rehbein.

Formada em jornalismo pela Universidade Federal do Tocantins, Ana Paula Rehbein iniciou a carreira há 17 anos na TV Anhanguera, atuando em reportagens locais, e nacionais, na TV Globo.  Ela desenvolve matérias sobre cultura, meio ambiente, comunidade e especializou-se em pautas investigativas, participando da cobertura de grandes acontecimentos políticos do Tocantins na última década. Foi vencedora três vezes do prêmio Chico de Reportagem, oito vezes do Prêmio de Jornalismo do Ministério Público Estadual e também premiada pela associação de defensores públicos.

A jornalista é natural da cidade de Três de Maio, no Rio Grande do Sul, e reside no Tocantins desde o início dos anos 90. 

 

Cinema

O Troféu 'Você na Tela de Cinema' é entregue para nomes do cinema palmense que contribuíram com o desenvolvimento da modalidade ao longo dos 32 anos da Capital. O homenageado desta VI edição é o cineasta, jornalista e publicitário Roberto Giovannetti Paim.

Ele já assinou inúmeras obras como diretor de fotografia, sendo um dos nomes mais atuantes na região e responsável por um salto de qualidade na área técnica do cinema e do audiovisual tocantinense.  

Dirigiu os curtas-metragens de ficção ‘Para Sempre João’ e ‘Ouça-me’. Além dos documentários ‘O Espetáculo das Américas’, ‘Labirinto de Papel’ e ‘1989’. Fez montagem do longa ‘O Comedy Club' e outras inúmeras obras audiovisuais, bem como séries e conteúdos digitais. Atualmente, ele se prepara para o lançamento do média-metragem ‘Te Situa', no qual trabalhou como diretor de fotografia, câmera, montagem, color e finalização.

 

Educação

Novidade no Festival, o ‘Troféu Você na Tela Educação’ será destinado aos professores que estimulam a produção audiovisual em sala de aula, a exemplo dos professores que atuam como orientadores dos vídeos produzidos para o 'Você na Tela'. 

A primeira edição do prêmio será entregue para o professor orientador que contribuiu ao longo dos seis anos de produção de cinema estudantil no município de Palmas. O homenageado é o professor Ademir Bandeira, que participa do Festival desde a 1ª edição. Ademir já orientou 41 trabalhos audiovisuais entre reportagens educativas, documentários e curtas-metragens.

O professor é graduado em Letras (português e espanhol) pela Fundação Universidade do Tocantins – Unitins; especialização em Língua Espanhola pela Faculdade João Calvino/Bahia, mestre em educação pelo Programa Profissional de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Tocantins (PPPGE/UFT-2021); é efetivo do quadro de professores de língua espanhola da Secretaria Municipal de Educação de Palmas; atual gestor da Escola de Tempo Integral Luiz Nunes de Oliveira e idealizador do projeto de cinema estudantil ‘Eu faço Cine na Escola’.

 

In Memoriam

Também instituída pela primeira vez, a homenagem ‘In Memorian’ é destinada a personalidades já falecidas e que deixaram um legado para a cultura de Palmas e do Tocantins. 

Nesta edição, a homenageada é a atriz, diretora, produtora, educadora e ativista cultural Marcélia Belém, falecida em setembro de 2021, vítima de um acidente vascular hemorrágico.

Marcélia Belém foi uma atriz brasileira, natural de Porto Nacional, que consolidou sua carreira teatral em Palmas. Iniciou no teatro em 1990, aos 15 anos, em uma oficina de interpretação organizada pelo Grupo Chama Viva. A partir de então passou a integrar o Grupo Chama Viva – Cia de Teatro do Tocantins, na época já dirigido pelo seu irmão Cícero Belém. A atriz, junto com o irmão, teve papel fundamental na consolidação da companhia no estado.

Pioneira em Palmas, Marcélia Belém foi uma atriz exponencial e versátil, que transitava com leveza do drama à comédia, da poesia de Pedro Tierra e Marinalva Barros à obras consagradas de Federico Garcia Lorca, Bertolt Brechet, Pierre de Marivaux e Luis Alberto de Abreu.

No cinema, Marcélia Belém estreou pelas mãos do diretor Cacá Diegues, no filme ‘Deus é Brasileiro’, ao lado de atores consagrados como Antônio Fagundes e Paloma Duarte; em janeiro de 2020 integrou o elenco do filme ‘O Pastor e o Guerrilheiro’, de Nilson Rodrigues e José Eduardo Belmonte, que tem estreia prevista nos cinemas de todo o Brasil, no segundo semestre de 2022.